BEGÓNIAS

As begónias são plantas do género Begonia, família Begoniaceae, existindo apenas uma outra espécie de origem havaiana, única representante do género Hillebrandia, que não pertence a este género.

Geralmente são plantas ornamentais de folhagem característica e ocasionalmente flores atraentes.

Estimativas apontam para cerca de 1000 a 1400 espécies de begónias.
As begónias provêm principalmente da América tropical e de florestas húmidas, com muitas espécies epífitas (aéreas) ou rupícolas (rochosas), embora a maioria seja terrestre.

Algumas espécies apresentam tubérculos subterrâneos que as mantêm vivas por muitos anos, embora a parte aérea normalmente morra no fim de cada ciclo anual. Estas, chamadas "begônias tuberosas", são apreciadas por serem plantas duradouras, que podem ser armazenadas em forma de tubérculos fora da terra durante algum tempo para serem replantadas na época apropriada. Outras begónias, mesmo sem tubérculos, podem tornar-se espécies de grande longevidade, sobrevivendo viçosas por décadas.


A maioria das begónias possuem
caules curtos. Porém, outras espécies, como a "Begónia Asa de Anjo" (Begonia coccinea) e a "Begónia Metálica" (Begonia aconitifolia), desenvolvem caules que alcançam até 1,5 metros de altura.

As folhas das begónias são um dos seus maiores atractivos. De formas incomuns e muitas vezes extremamente coloridas, são muito usadas em canteiros. De todas as espécies, a que mais se destaca neste aspecto é a Begonia rex, com folhas enormes, com cores que variam do bronze ao rosado, ou vermelho, algumas prateadas ou brancas, com pintas, estrias e manchas de cores alternadas. Outras espécies, como a "Begónia Cruz de Ferro" (Begonia massoniana) e a "Begónia Preta" (Begonia boverii) também se destacam por sua folhagem ornamental.

As flores das begónias são diminutas e ornamentadas por
brácteas (folhas modificadas) brancas ou coloridas. A maioria das espécies possuem brácteas pequenas, ou de colorido pálido. No entanto, certas espécies, como a Begonia elatior, a Begonia cucullata e a Begonia tuberosa são muito procuradas por suas flores coloridas, que variam do branco ao vermelho. Na Begonia elatior e na Begonia tuberosa as flores são especialmente grandes e, em resultado de repetidos cruzamentos, quase parecem rosas. As espécies que são cultivadas por causa das suas flores geralmente apreciam a luz do sol.

Em próximos posts falaremos com maior detalhe das 4 espécies mais frequentemente encontradas e comercializadas no nosso país (Portugal):

Begonia rex
Begonia semperflorens
Begonia elatior
Begonia x tuberhybrida
Begonia coccinea