PATA DE ELEFANTE





Beaucarnea recurvata = Nolina recurvata
Pata de Elefante

Apesar de se assemelhar a uma palmeira não é uma verdadeira palmeira. A base dilatada é uma adaptação para sobreviver a períodos de seca porque lhe serve para armazenar água.

FAMÍLIA
Agaváceas


ORIGEM
México e Sul dos EUA (América do Norte)

LUZ
Pode ser cultivada sob sol pleno, meia-sombra ou luz filtrada mas precisa de muita luz.

TEMPERATURA E HUMIDADE
Planta muito rústica que tolera calor e algum frio. No tempo quente é conveniente pulverizar as folhas para que as pontas não fiquem castanhas.

REGA
Planta acostumada a condições semidesérticas quer muito pouca água. Uma vez por mês no tempo quente e muito raramente no Inverno.
Morre com facilidade com excesso de água. O encharcamento apodrece as raízes.

SOBREVIVÊNCIA
Praticamente não exige manutenção. Desde que receba bastante luz e não seja regada em demasia é fácil de manter.
Possui grande longevidade, podendo atingir os 300 anos.
Usar vasos pequenos porque se desenvolve melhor se as raízes estiverem bem apertadas. Usar substrato para cactos.